quinta-feira, 16 de março de 2017

DANO AMBIENTAL >> MPF quer que mineradora pague por danos ambientais na Bahia

Santo Amaro, Bahia. foto: Andrea Moroni/Flickr.O Ministério Público Federal entrou com uma ação na sexta-feira (10) junto à Justiça Federal para que a mineradora Plumbum Comércio e Representações de Produtos Minerais e Industriais Ltda seja obrigada a pagar multa no valor de R$ 59.332.082,50 por danos ambientais em Santo Amaro, na Bahia.
A mineradora Plubum vem sendo acionada desde 1993, ano em que encerrou as suas atividades na região. Mesmo 24 anos depois do fim das atividades, os danos causados à população e ao meio ambiente ficaram: o solo da região foi contaminado por cádmio e chumbo. Uma liminar emitida pelo MPF em 2003 determinava o cercamento da área contaminada, a implantação de placas indicativas da existência de material tóxico no local, o controle da área para evitar o trânsito de pessoas e de animais a instalação de uma “área alagadiça”, que evitasse a migração de resíduos para o leito do Rio Subaé, a 300 metros do local. Mas, a Plubum não obedeceu às determinações judiciais e agora o MPF quer que ela pague por isso.

*Com informações da Assessoria de Imprensa do MPF.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO POR ESTÁ AQUI. NESSE BLOG, BUSCAMOS PUBLICAR COMENTÁRIOS DEVIDAMENTE IDENTIFICADOS.