sexta-feira, 25 de maio de 2018

REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO >> Após muita luta do SINTE/RN, Lei de reajuste do Piso é publicada no Diário Oficial desta sexta (25)

A Lei que vai garantir a correção do Piso Salarial 2018 da Rede Estadual foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (25). Veja a publicação AQUI.
Agora a luta da direção do SINTE/RN é pela execução imediata da Lei do reajuste do piso: “Estamos exigindo o pagamento já na folha de maio, com retroativo a abril”, afirmou o coordenador geral do SINTE/RN, professor Rômulo Arnaud.

HOJE EM NATAL >> Tributo a Pink Floyd nesta sexta-feira (25)



Uma das bandas mais influentes e cultuadas do rock, Pink Floyd será homenageada com um tributo no Buds Pub, nesta sexta-feira (25), a partir das 21h. A banda potiguar Side Control promete tocar em seu repertório as músicas mais marcantes do grupo inglês como Another Brick in The Wall, Comfortably Numb e Wish You Here. A entrada custa R$ 10.
A banda Side Control surgiu no ano de 2011 e atualmente conta com os músicos Thiago Augusto (Bateria e voz) Jeremy Hadriel (Guitarra e voz) Jonas Gomes (Baixo e Voz) e Gilson Lord (teclados). O grupo é conhecido na cidade e já participou dos principais festivais de rock do RN.
Tributo Pink Floyd
Data: Sexta-feira (25)
Horário: 21h
Local: Buds Pub
Entrada: R$ 10,00

MOVIMENTO LAJES COM LULA >> Neste sábado dia 26, às 15:00 h no Balneário do Otaviano!

quarta-feira, 23 de maio de 2018

RECOMENDAÇÃO >> João Câmara: MPRN recomenda elaboração de plano de saneamento básico

João Câmara: MPRN recomenda elaboração de plano de saneamento básico
O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou à Prefeitura de João Câmara o cumprimento das obrigações assumidas junto à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e à Fundação Nacional de Saúde (Funasa) para garantir a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico.
 
As obrigações assumidas pela Prefeitura constam no Termo de Execução Descentralizada (TED), que tem como meta a capacitação e o apoio técnico da elaboração dos planos de 86 cidades do Rio Grande do Norte, dentre eles João Câmara. Na recomendação da 1ª Promotoria de Justiça da comarca, foi especificada a necessidade de que o poder público municipal finalize alguns produtos para atingir o objeto do TED. 
 
Assim, a Prefeitura deve providenciar os relatórios da prospectiva e planejamento estratégico e dos programas, projetos e ações; o plano de execução; a minuta do projeto de lei do Plano Municipal de Saneamento Básico; o relatório de indicadores de desempenho do Plano; o sistema de informações para auxílio à tomada de decisão e o relatório final.
 
Por meio do TED, ficou designado como responsabilidade de cada município integrante do termo a  indicação de técnicos municipais mediante a instituição, por portaria, do comitê executivo; a participação das oficinas de capacitação; o fornecimento da logística necessária para a mobilização social; a apresentação da minuta do plano de saneamento básico, bem como a minuta da lei municipal que condiciona sua validação e implementação, dentre outras providências. 
 
Pelo cronograma do TED, os gestores municipais já deveriam ter finalizado a elaboração de todos os produtos. Confira aqui a íntegra da recomendação.

NECESSIDADE DE PRESERVAÇÃO >> Estudo internacional inédito aponta risco de perda de 82% dos campos rupestres no país

Áreas abrigam mais de 5000 espécies de plantas e um dos níveis mais altos de endemismo no mundo. (Foto: Ricardo Solar)

Este ecossistema ímpar ocorre em solos pobres em nutrientes e sob condições ambientais extremas, em geral nas montanhas de quartzo e ferro de Minas Gerais e Bahia.

Este ecossistema ímpar ocorre em solos pobres em nutrientes e sob condições ambientais extremas, em geral nas montanhas de quartzo e ferro de Minas Gerais e Bahia. Até pouco tempo atrás, os campos rupestres foram poupados das principais intervenções humanas de agricultura e pecuária intensiva. No entanto, recentemente, estas áreas têm experimentado uma das mais extremas mudanças no uso da terra entre todos os ecossistemas brasileiros, sofrendo com políticas precárias que levam a intensas atividades de mineração, turismo descontrolado e construção de estradas mal planejadas.
Um estudo desenvolvido em colaboração entre pesquisadores da Unesp Rio Claro, Standford University (dos EUA) e Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), alerta para mudanças no uso do solo que podem levar à perda de 82% desses ecossistema no futuro, prejudicando o acesso à água e a segurança alimentar em escala regional. Os campos rupestres são complexos vegetacionais antigos, datando de milhares de anos e megadiversos, que abrigam mais de 5000 espécies de plantas e um dos níveis mais altos de endemismo no mundo.
A descoberta de grandes reservas minerais, a adoção de políticas de conservação ineficazes e mudanças climáticas em curso estão ameaçando esse ecossistema. O artigo, co-autorado por pesquisadores da UFMG, Unesp de Rio Claro e Stanford University (EUA), lançam luz sobre as ameaças severas impostas pelas mudanças no uso da terra sobre os campos rupestres, modelando sua distribuição futura sob diferentes cenários de mudanças climáticas.
O estudo inédito faz uma previsão catastrófica que, se não for interrompida, levará à perda de 82% desse ecossistema no futuro, impactando os serviços ecossistêmicos em escalas regionais, incluindo água e segurança alimentar, potencialmente afetando mais de 50 milhões de pessoas no Brasil.

terça-feira, 22 de maio de 2018

AOS MIDIOTAS DE PLANTÃO >> A mídia golpista e suas contradições nacionais com relação a Lula e a toda esquerda

"Que interessante dona @[150312925065096:274:Rede Globo] 😏"

SOCORRO A NATUREZA! >> Polícia Militar e IBAMA prendem 27 pessoas em campeonato ilegal de caça no RN


Torna-se necessário que esse tipo de operação realizado por esses órgão ambientais também venha ser realizado em nossa Serra do Feiticeiro aqui em Lajes, pois temos notícias que esse tipo de "campeonato" também ocorre naquele local, contribuindo de forma direta para a extinção de várias espécies de animais silvestres já ameaçadas como: pebas, tatus, veados, aves... 
E um agravante nesse contexto é que os integrantes desse tipo de cação não são caçadores em busca de alimentos, mas sim de pessoas que vem fazer essa matança simplesmente por esporte e até por comércio. 
A natureza pede socorro!
Polícia Militar e IBAMA prendem 27 pessoas em campeonato ilegal de caça no RNUma operação conjunta da Companhia Independente de Proteção Ambiental (CIPAM) com a Polícia Militar resultou na prisão de 27 pessoas nas cidades de Currais Novos e São Vicente, no interior do Rio Grande do Norte, no domingo, 20. Todos os presos participavam de um campeonato de caça.
Foram apreendidos quatro tatus verdadeiros e sete tatus-peba, além de dezenas de armadilhas, 18 veículos, armas e cachorros.
Participaram da operação equipes da Polícia Ambiental de Caicó e Natal, PMs de Currais Novos e equipes do IBAMA.

ANA abre audiência sobre indicadores de desempenho do serviço de adução de água da transposição


Rio São Francisco (BA)

Entre 2 de maio e 2 de junho, a Agência Nacional de Águas (ANA) receberá sugestões, em audiência pública não presencial, para a minuta (rascunho) de resolução sobre a implementação de indicadores para permitir a avaliação da prestação do serviço de adução de água bruta. Esta função será exercida pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF), operadora federal do Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (PISF), também conhecido como transposição do São Francisco. 
Na página de audiências públicas da ANA estão disponíveis a minuta da resolução que a instituição editará sobre o tema e a minuta do anexo deste normativo. Também consta uma nota técnica da Agência a respeito do assunto. Com estas informações, os interessados em participar poderão enviar suas propostas tanto por meio da página de audiências quanto pelo serviço de e-Protocolo. 
De acordo com a atual minuta da resolução, a proposta da ANA é que haja cinco indicadores de avaliação da prestação do serviço de adução de água bruta pela operadora federal do PISF. São eles: fornecimento de água, qualidade da água, disponibilidade de medição confiável, índice de eficiência energética e perdas totais. O documento também estabelece que até 1º de janeiro de 2021 a viabilidade dos indicadores estará sob avaliação. 
Na minuta do anexo I da proposta de resolução está o detalhamento dos cinco indicadores, contendo informações, como: objetivo de cada um, unidade de medida, forma de medição, início da vigência, periodicidade para revisão dos parâmetros, periodicidade de cálculo ou aferição, órgão fiscalizador, entre outras. 
PISF 
O PISF busca levar água do Velho Chico a 12 milhões de pessoas em 390 municípios no Ceará, na Paraíba, em Pernambuco e no Rio Grande do Norte, estados vulneráveis à seca. O Projeto também tem o objetivo de beneficiar 294 comunidades rurais às margens dos canais. O empreendimento abrange a construção de 13 aquedutos, nove estações de bombeamento, 27 reservatórios, nove subestações de 230 quilowatts, 270 quilômetros de linhas de transmissão em alta tensão e quatro túneis. 
Com o PISF o rio São Francisco deverá garantir o abastecimento de água desde grandes centros urbanos da região, como: Campina Grande (PB), Caruaru (PE), Crato (CE), Fortaleza (CE), Juazeiro do Norte (CE) e Mossoró (RN). Centenas de pequenas e médias cidades inseridas no Semiárido deverão ser beneficiadas com a água do Velho Chico, priorizando a política de desenvolvimento regional sustentável. 
No Eixo Norte, as obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco passam pelos seguintes municípios: Cabrobó, Salgueiro, Terranova e Verdejante, em Pernambuco; Penaforte, Jati, Brejo Santo, Mauriti e Barro, no Ceará; São José de Piranhas, Monte Horebe e Cajazeiras, na Paraíba. Já no Eixo Leste, o empreendimento atravessa os municípios pernambucanos de Floresta, Custódia, Betânia e Sertânia; e a cidade paraibana de Monteiro. 
Rio São Francisco 
O rio São Francisco nasce na Serra da Canastra (MG), e chega a sua foz, no Oceano Atlântico, entre Alagoas e Sergipe, percorrendo cerca de 2.800km, passando por Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe. A área possui 503 municípios e engloba parte do Semiárido, que corresponde a aproximadamente 58% dessa região hidrográfica, que está dividida em quatro unidades: Alto, Médio, Submédio e Baixo São Francisco.

segunda-feira, 21 de maio de 2018

QUEM É QUEM NA HISTÓRIA >> A necessidade de uma consciência de classe!

CONTRA AS IDEIAS FASCISTAS >> Facebook remove 2,5 milhões de posts com discurso de ódio em 6 meses


Logo Facebook

O Facebook retirou do ar 2,5 milhões de publicações que foram identificadas como contendo discurso de ódio no primeiro semestre do ano. A informação foi divulgada no relatório de transparência da plataforma, publicado pela primeira vez na semana passada. O documento traz os resultados das ações de moderação de conteúdo praticadas pela empresa, como o monitoramento e a exclusão de mensagens publicadas.
A avaliação é feita com base em diretrizes estabelecidas pela companhia. Segundo elas, discurso de ódio é considerado “um ataque direto a pessoas com base no que chamamos de características protegidas: raça, etnia, nacionalidade, filiação religiosa, orientação sexual, sexo, gênero, identidade de gênero e doença ou deficiência grave”, além do status migratório. “Ataques” são “discursos violentos ou degradantes, declarações de inferioridade ou incentivo à exclusão e segregação”.
O Facebook também excluiu 3,5 milhões de conteúdos violentos. Estes são definidos nas diretrizes como uma mensagem “que exalte a violência ou celebre a humilhação ou o sofrimento de outras pessoas”. São permitidas publicações com imagens explícitas em alguns casos mas, segundo a empresa, “para ajudar as pessoas a gerar conscientização sobre algumas questões”.
O monitoramento de conteúdo do Facebook identificou e derrubou 21 milhões de conteúdos de nudez ou pornografia. A empresa estima que a cada 10 mil publicações, entre 7 e 9 traziam algum tipo de conteúdo que violava os padrões sobre nudez ou pornogafia.
A moderação também busca contas falsas. De acordo com o relatório, no primeiro semestre foram derrubados 583 milhões de perfis deste tipo. O número representa 26,5% do total de usuários que a plataforma tem (2,2 bilhões, segundo dados de abril). Contudo, não necessariamente as contas já existiam. De acordo com o documento, a maioria dos perfis considerados falsos é excluída minutos após a criação.

Automatização

Um dos pontos exaltados pelo Facebook em seu relatório é a atuação de seus sistemas para identificar os conteúdos violadores de suas regras para exclusão. No caso das publicações com nudez e pornografia, 96% foram marcadas pela tecnologia da plataforma. Nas mensagens com imagens de violência, o índice ficou em 86%. Já nos conteúdos com discurso de ódio, a proporção de mensagens sinalizadas pelo sistema da companhia cai bastante, ficando em 38%.
“Tecnologias como a inteligência artificial, que embora seja promissora, ainda está longe de ser efetiva para a maioria dos conteúdos de baixa qualidade, ja que uma análise do contexto também é muito importante. Por exemplo, a inteligência artificial não é boa o suficiente para determinar se alguém está proclamando ódio ou se está descrevendo uma situação ocorrida consigo mesma para gerar conscientização sobre o assunto”, disse Guy Rosen, vice-presidente de gerenciamento de produto, em texto publicado no site oficial da empresa.

SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA >> Campanha do Ministério da Saúde vai incentivar doação de leite materno



"A amamentação é a forma de proteção mais eficaz para a redução da mortalidade infantil", justifica o Ministério.O Ministério da Saúde e a Rede Global de Bancos de Leite Humano lançaram, na sexta-feira (18), uma nova campanha para mobilizar a sociedade sobre a importância da amamentação e doação de leite materno. “A amamentação é a forma de proteção mais eficaz para a redução da mortalidade infantil, pois permite grande impacto na saúde da criança, diminuindo a ocorrência de diarreias e infecções, principais causas de morte em recém-nascidos”, justifica o ministério.  
O principal objetivo é incentivar novas doadoras voluntárias e conscientizar as mães que amamentam para ampliar o volume de leite materno coletado e distribuído aos recém-nascidos prematuros e de baixo peso. A recomendação da Organização Mundial da Saúde é que os bebês recebam leite materno até os dois anos ou mais associado à alimentação complementar saudável, sendo exclusivamente até o 6º mês de vida.  
Quem estiver amamentado e se interessar em doar basta procurar o banco de leite materno mais próximo ou ligar para o Disque Saúde, no número 136. 

sábado, 19 de maio de 2018

A IMAGEM QUE FALA POR SI SÓ >> Reconhecimento dos estudantes a Lula. Uma imagem que a elite odeia!


MASSACRE >> ONU considera desproporcional ação de Israel contra palestinos em Gaza

A Comissão dos Direitos Humanos das Nações Unidas vai investigar de forma independente a sequência de violência registrada na Faixa de Gaza, desde o último dia 14, quando foi inaugurada a Embaixada dos Estados Unidos em Israel. A resolução foi aprovada por 29 votos a favor, dois contrários e 14 abstenções, durante reunião extraordinária, nesta sexta-feira (18).
O alto comissário dos Direitos Humanos, Zeid Ra'ad Al Hussein, alertou que houve uma ação desproporcional por parte das autoridades israelenses contra os palestinos. Pelos dados de Zeid Hussein, 87 palestinos, inclusive 12 crianças, morreram, e mais de 12 mil ficaram feridas nos últimos dias. Entre os feridos, há 3,5 mil pessoas que foram baleadas.
“Os palestinos têm exatamente os mesmos direitos humanos que os israelenses. Eles têm os mesmos direitos de viver em segurança em suas casas, em liberdade, com serviços e oportunidades adequados e essenciais”, afirmou Zeid Hussein. O governo de Israel reagiu informando que vai pedir a convocação de uma sessão extraordinária para mostrar que houve também ataques inadequados a israelenses.
Segundo a embaixadora israelense Aviva Raz Shechter, Israel também foi vítima nesse processo. De acordo com ela, houve o uso de civis palestinos, principalmente, mulheres e crianças, na linha de fogo na Fazia de Gaza.
Pelas regras do Conselho de Direitos Humanos, uma sessão extraordinária só pode ser convocada pelos 47 dos membros do órgão. A reunião só ocorre se houver o apoio de pelo menos um terço dos membros.
A crise na Faixa de Gaza se acirrou com a decisão do presidente norte-americano, Donald Trump, de instalar a embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém, retirando-a de Tel-Aviv. A iniciativa contraria orientações da ONU, pois Jerusalém é um território disputado por israelenses e palestinos.

SOBRE SUA CONTA DE ENERGIA ELÉTRICA >> O que é consumo estimado?


"Se o medidor não estiver do lado de fora da sua casa, precisamos que você libere o acesso para que o nosso leiturista veja o consumo de energia da sua família. 😁 Quando não é possível realizar a leitura, o valor da conta será estimado em uma média dos 12 meses anteriores."

Se o medidor não estiver do lado de fora da sua casa, precisamos que você libere o acesso para que o nosso leiturista veja o consumo de energia da sua família. 

Quando não é possível realizar a leitura, o valor da conta será estimado em uma média dos 12 meses anteriores.

Fonte: Página da Cosern no Facebook

A EXPRESSÃO DE ÓDIO E VIOLÊNCIA >> Morte ao conhecimento: bolsominion ataca livro da biblioteca da UFRN




Mais um exemplo de intolerância e depredação do patrimônio público nas universidades brasileiras.
A biblioteca da UFRN, em Natal, foi atacada por um simpatizante do pré-candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSC).
A servidora da Biblioteca Central Zila Mamede Manuella Medeiros encontrou o livro “Desarmamento: evidências científicas”, de Marcos Rolim (2005), com várias páginas rasgadas e riscadas.
O vândalo ainda fez questão de deixar claro a referência à #Bolsonaro2018, além de desejar “Morte ao Comunismo”.
Manuella publicou um vídeo em sua conta particular no Instagram, onde mostra o livro com várias páginas riscadas. Na rede, ela escreveu “morte ao conhecimento” e questionou se era esse tipo de pessoa que deseja eleger Bolsonaro.
Jair Bolsonaro e seus seguidores defendem armar a população como método para o combate à violência, ainda que todas as pesquisas realizadas sobre o tema até o momento apontem o efeito contrário.
O artigo 163 do código penal prevê pena de seis meses a três anos de prisão ou multa a quem destruir, inutilizar ou deteriorar patrimônio público da União, Estado ou Município.

sexta-feira, 18 de maio de 2018

O ANTIPATRIOTISMO GOLPISTA >> O movimento dos patos amarelos e seu resultado negativo para o país...

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

MEIO AMBIENTE EM FOCO >> Pesquisadores descobrem nove Faces da Caatinga


A Caatinga é um dos grandes domínios vegetacionais do Brasil, e inclui uma variedade de tipos de vegetação, paisagens e espécies da biodiversidade brasileira (fonte: Augusto C. Silva foto F, todas as demais: https://commons.wikimedia.org).

Os números entre colchetes [ ] ao longo do texto são citações bibliográficas presentes na lista de Referências no final desta postagem.

Se você quiser citar este texto, cite assim:
Souza, A.F. e Silva, A.C. 2018. Pesquisadores descobrem nove faces da Caatinga. Disponível em https://www.esferacientifica.com.br, acessado em / /

A Caatinga é o nome genérico da vegetação que cobre a vasta região semiárida localizada no nordeste do Brasil e uma parte do norte de Minas Gerais. Incluindo belíssimas paisagens com vales, chapadas e veredas, a região recebe menos de 1000 mm de chuvas anuais que são, ainda por cima, bastante irregulares.

Um dos domínios vegetacionais menos estudados do Brasil, a Caatinga é na verdade um complexo de vegetações diferentes, com variadas formas de conviver com a falta de água periódica. Ela inclui florestas altas que perdem apenas parte das folhas por alguns meses, arbustais espinhosos capazes de ficar totalmente sem folhas por longos meses, e áreas abertas e pedregosas repletas de plantas suculentas como os cactos, entre muitas outras fisionomias.

Em um artigo científico recém-publicado na revista científica Plos One [1], pesquisadores da área de Ecologia da UFRN em Natal reuniram informações sobre a distribuição de espécies de plantas coletadas em mais de 250 localidades diferentes da Caatinga ao longo dos últimos 50 anos. Eles usaram técnicas estatísticas avançadas para projetar a composição florística destes pontos em toda a superfície da região. Depois buscaram formas naturais de dividir esta projeção com base na ocorrência das espécies.

O resultado (leia o artigo na íntegra clicando aqui), mostrou a existência de 9 grupos florísticos diferenciados de Caatinga. Os grupos encontrados compartilham espécies mas contém muitas espécies exclusivas e portanto formam núcleos particulares da biodiversidade brasileira.

Ao contrário do que se pensava, estes grupos não tiveram relação com variações no tipo de solo nem com as atividades humanas. Eles foram determinados pelo grau de aridez do clima de cada sub-região estudada. Este resultado é um pouco surpreendente e mostra que os efeitos já conhecidos do solo e das ações humanas acontecem em uma escala mais local, enquanto que as variações climáticas entre uma região e outra determinam a existência de grandes grupos de espécies.

Com este resultado, o trabalho mostrou a importância de se conhecer a vegetação brasileira para além da sua fisionomia, que é importante mas que não retrata de forma completa todos os padrões da biodiversidade vegetal no País. O mapa gerado pode ser importante também no planejamento da conservação da rica flora da Caatinga, já que a necessidade de proteção é diferenciada para cada uma das divisões identificadas.

Referências
[1] Silva, Augusto C, and Alexandre F Souza. 2018. “Aridity Drives Plant Biogeographical Sub Regions in the Caatinga, the Largest Tropical Dry Forest and Woodland Block in South America.” PLOS ONE 13 (4): e0196130. https://doi.org/10.1371/journal.pone.0196130.

POPULAÇÃO É FAVORÁVEL AOS DIREITOS HUMANOS >> 63% dos brasileiros são a favor dos direitos humanos, revela pesquisa da Ipsos




Seis em cada dez brasileiros (63%) são a favor dos direitos humanos. Entre os entrevistados com idade entre 25 e 34 anos, o índice chegou 70%. Por outro lado, 21% são contra os direitos humanos. As informações são da pesquisa Pulso Brasil, da Ipsos, realizada entre 1º e 15 de abril.

Ao mesmo tempo em que se dizem favoráveis aos direitos humanos, muitos brasileiros demonstram desconhecimento ao que de fato esse direito significa. Para 66% dos entrevistados, os direitos humanos defendem mais os bandidos que as vítimas. Essa percepção é ainda maior na região Norte (79%) e entre os que possuem nível superior (76%).
“Há no Brasil uma distorção histórica sobre o conceito de Direitos Humanos, algo que seria corrigido se houvesse mais espaço para o debate sobre o tema”, avalia Danilo Crsosimo, diretor da Ipsos Public Affairs.
O levantamento aponta que na faixa etária de 66 anos ou mais 48% são a favor dos direitos humanos, o menor percentual entre todas as idades. Entre as regiões, o Sudeste registrou o índice mais alto (67%) e o Centro-Oeste o mais baixo (47%).
Percepção de justiça
Quando questionados sobre quem mais se beneficia com os direitos humanos, 56% responderam que são os bandidos. Entre os que menos se beneficiam, os mais pobres foram os mais lembrados (29%).
A pesquisa também mostra que 43% dos brasileiros têm receio de falar sobre direitos humanos com outras pessoas e serem vistas com alguém que defende bandidos. Mais da metade dos entrevistados (54%) concordam com a frase “os direitos humanos não defendem pessoas como eu”.
Direitos humanos e política
Mais da metade dos brasileiros (54%) acredita que os direitos humanos fortalecem a democracia no Brasil. Outros 30% disseram que eles enfraquecem a democracia. Dois em cada três (66%) acreditam que o governo não garante integralmente os direitos humanos da população.
“A discussão sobre Direitos Humanos é uma pauta crescente no mundo e não seria diferente no Brasil. Há uma demanda muito significativa da população que deseja entender melhor o significado e a atuação dos direitos humanos no país. Esse debate é extenso, mas no longo prazo ajudará a fortalecer a democracia”, avalia Cersosimo.
Sete em cada dez brasileiros (69%) querem entender melhor o significado dos direitos humanos. E 73% querem entender melhor a atuação dos direitos humanos no Brasil.
No total, 1.200 pessoas foram entrevistas nas cinco regiões do país. A margem de erro é de três pontos percentuais. A pesquisa completa pode ser vista aqui.

MOMENTO ESPECIAL >> Campus Avançado Lajes realiza as suas primeiras apresentações de TCC

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas sentadas
😍 A turma do curso Técnico em Administração, na modalidade Subsequente, realizou, entre os dias 08 e 09 de maio, apresentações de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC), no IFRN Campus Avançado Lajes. Ao todo foram apresentadas 7 defesas.
 A primeira banca de apresentação de TCC foi da aluna Luana Talita Rodrigues de Melo com o trabalho intitulado “O (Des) conhecimento sobre os cinco princípios da administração pública - um estudo da população do município de Pedra Preta, RN”. A apresentação foi realizada no dia 08 de maio, tendo como orientadora a professora do curso de Administração Patrícia de Albuquerque Maia.

👱‍♀️ A aluna Luana Melo relatou como foi sua experiência na Instituição: “Ingressar no IFRN sempre foi um sonho. Quando surgiu a primeira oportunidade na modalidade subsequente não pensei duas vezes, fiz o processo e passei. Cada dia para mim era a superação de um obstáculo; até minhas aulas se tornavam uma rotina boa. Conheci professores fantásticos que me ensinaram muito mais que teorias, minha turma que não é diferente de nenhuma e, diariamente, a gente vai aprendendo um com o outro. Tudo isso contribuiu para a minha formação. Somos a primeira turma do Campus Avançado Lajes a se formar. Passamos alguns sufocos, mas tudo contribuiu para o nosso crescimento. 
O IFRN me deu a oportunidade de voltar a estudar, e com isso a vontade de seguir em frente na luta pelos meus objetivos. Foi o ponto de partida que eu precisava. O Campus Lajes conta com uma equipe de profissionais excelentes e uma ótima estrutura. Com o passar dos anos, só irá melhorar para receber futuros alunos que sonham em fazer parte da família IFRN”.
😎 A turma da aluna Luana Melo, do curso Técnico em Administração, na modalidade Subsequente, será também a primeira a colar grau na história do Campus Avançado Lajes, que este ano completa 3 anos de existência.
Fonte: Página do Facebook do IFRN Campus Avançado Lajes

quinta-feira, 17 de maio de 2018

HOJE EM EM NATAL >> Senado Mulheres nas Casas Legislativas no RN


A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, texto

As senadoras Fátima Bezerra (PT-RN) e Vanessa Grazziotin (PCdoB) estarão juntas em Natal, no próximo dia 17, para debater temas ligados às mulheres. O evento vai acontecer no auditório da Assembleia Legislativa do RN, a partir das 9h30, e é uma iniciativa do projeto Senado Mulheres nas Casas Legislativas.

Na programação, haverá palestra sobre violência de gênero contra as mulheres, com a promotora Érika Canuto, coordenadora do Núcleo de Apoio à Mulher Vítima da Violência Doméstica e Familiar do Ministério Público do RN (MPRN).

Durante a tarde, as participantes se dividirão em oficinas temáticas: Saúde da Mulher, Observatório da Mulher contra a Violência e Ascenção Profissional de Mulheres. 

O que é o projeto
O Senado Mulheres nas Casas Legislativas faz parte do Interlegis, programa do Senado Federal executado pelo Instituto Legislativo Brasileiro (ILB). O objetivo é fortalecer institucionalmente o Poder Legislativo brasileiro, por meio do estímulo à modernização, integração e cooperação entre as casas legislativas nas esferas federal, estadual, municipal e distrital.

O projeto leva às Assembleias Legislativas e Câmaras Municipais uma parte da experiência acumulada pelo Senado Federal na promoção da equidade de gênero e raça.

Organizado por Fátima Bezerra