domingo, 20 de abril de 2014

O Brasil se despede de Luciano do Vale

 Será respeitado um minuto de silêncio nos jogos da primeira rodada do Campeonato Brasileiro desse domingo (20) em homenagem ao locutor esportivo Luciano do Valle, que morreu ontem (19), aos 66 anos, em Uberlândia, em Minas Gerais.  Em nome da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o presidente da confederação, José Maria Marin, determinou que seja prestada a homenagem e manifestou seus pêsames à família do narrador.

"Ele era, sobretudo, um amigo da CBF. Luciano foi um ícone da televisão, um verdadeiro patrimônio da nossa imprensa", disse Marin, em nota.

Luciano do Valle estava em Uberlândia para narrar o jogo entre Atlético Mineiro e Corinthians, que ocorre no domingo (20). O locutor passou mal e foi levado ao hospital, mas não resistiu. A causa da morte do narrador ainda não foi determinada.

A Confederação Brasileira de Basketball (CBB) também divulgou uma nota de pesar pela morte de Luciano do Valle. A nota, que foi divulgada no site da confederação, diz que a CBB "e a comunidade do basquete lamentam profundamente o falecimento do jornalista Luciano do Valle ocorrido, neste sábado, e se solidarizam com sua família, parentes e amigos".

Análise eleitoral >> Ibope, voto nulo e a mídia

Extraído do Blog do Miro

A pesquisa Ibope divulgada na noite da última quinta-feira (17) confirma que o "fenômeno destas eleições estão sendo os votos brancos e nulos". 
Em primeiro lugar na pesquisa apareceu a presidenta Dilma Rousseff (PT) com 37% das intenções de votos. Em "segundo lugar" vêm os votos brancos e nulos, com 24%, bem acima dos candidatos de oposição. Em terceiro, aparece o senador Aécio Neves (PSDB) com 14%. Em quarto, o ex-governador Eduardo Campos (PSB), com 6%. A soma dos demais candidatos, dos partidos chamados nanicos, é 5%. O quadro permanece praticamente o mesmo quando Campos é trocado por Marina Silva, mudando pouca coisa, dentro da margem de erro.

Observe que votos brancos/nulos não incluem os indecisos, que respondem "ainda não sei em quem votar". Estes somam 13%, à parte dos que respondem com convicção que anularão seu voto. Até mesmo na pesquisa espontânea, onde o pesquisado não é induzido por uma lista de nomes, os votos em branco/nulos somam 19%, novamente ocupando o segundo lugar atrás apenas de Dilma Rousseff, que tem 23%. Os candidatos de oposição aparecem bem atrás. Aécio com 7%, Marina com 4% e Campos com 2%.

Para se ter uma ideia, nas eleições de 2010, no mês de abril, o Datafolha registrava apenas 7% de intenções de votos brancos/nulos. No primeiro turno estes votos cravaram 8,6% ao apurar as urnas.

O atual fenômeno não beneficia nenhum candidato especificamente. Esvazia significativamente as intenções de votos na presidenta Dilma, mas o mesmo ocorre com a oposição, mantendo o favoritismo da presidenta. Todos os candidatos oposicionistas juntos somam 25% de intenções de votos, bem menos do que os 37% da presidenta, o que ainda lhe garantiria a vitória no primeiro turno com 60% dos votos úteis.

O que levaria um em cada quatro eleitores que comparecem às urnas a anular seu voto?

Certamente um dos motivos é o crescimento do desencanto com a classe política como um todo. A oposição, tanto partidária como midiática, abandonou o confronto de ideias e a disputa por reformas, passando a dedicar-se a criminalizar a política, sobretudo no noticiário. Não se deu conta de que atinge indistintamente quem está no governo e todos os que estão no sistema político, mesmo que esteja na oposição, no momento.

Todos são rebaixados no conceito do eleitor quando o noticiário político só noticia escândalos, alguns até forjados, outros ganhando dimensão maior do que tem de fato, outros que seriam até rotina como ocorre em todas as corporações. Ao mesmo tempo, as emissoras de TV, principalmente, ao manter fora de pauta censuram o debate sobre políticas públicas e reformas que, inclusive, moralizariam a política. Preferem manter o status quo do estado atual das coisas, obstruindo as mudanças pedidas pelo povo com uma pauta de crises forjadas.

O que a Páscoa representa?



A Páscoa representa a vitória da vida sobre a morte, o sacrifício pela verdade e pelo amor.

Jesus de Nazaré demonstrou que não se consegue matar as grandes ideias renovadoras, os grandes exemplos de amor ao próximo e de valorização da vida.

A vida só pode ser definida pelo amor, e o amor pela vida. Foi por isso que Ele afirmou que veio ao mundo para que tivéssemos vida em abundância, isto é, plena de amor.

Desejo a todos vocês e suas famílias uma Feliz Páscoa!

Que ela seja recheada de muita paz, amor, união, harmonia, bênçãos e Cristo no coração.

Os preceitos de Padre Cícero >> Ensinamentos antigos, porém bastante atuais e necessários para os dias de hoje


  
Por Daniel Walker  no Blog do Pe. Cícero 

No Cariri, há mais de cem anos, quando ninguém falava em Ecologia, o Padre Cícero - como extraordinário homem de vanguarda que foi - se antecipava e ensinava preceitos ecológicos aos romeiros. 
  
Padre Cícero deu, portanto, o primeiro passo... há mais de cem anos! Foi, na verdade, um pioneiro da ecologia no Cariri. Pode-se dizer que ele prestou uma importante contribuição para alicerçar a Educação Ambiental no Nordeste. 

Os preceitos ecológicos que aqui estão transcritos não foram transmitidos exatamente assim pelo Padre Cícero. É sabido que ele se dirigia diariamente aos romeiros que se postavam à janela da sua casa para ouvir conselhos e que muitos conselhos também eram dados através de cartas. Coube ao falecido ecologista, engenheiro agrônomo J. Vasconcelos Sobrinho, a iniciativa de ordenar os conselhos de Padre Cícero na forma de decálogo ecológico como hoje eles são conhecidos e divulgados.

Os preceitos do Padre Cícero tem um profundo sentido ecológico. O viajante que percorre os sertões do nordeste encontra quase por toda parte cartazes cujo título é : "Preceitos do Padre Cícero", que buscam canalizar o grande potencial da fé dos sertanejos em Padre Cícero, o célebre apóstolo da região semi - árida do Nordeste, para uma finalidade realmente útil: desenvolver uma consciência de sábia convivência com o meio ambiente hostil.

PRECEITOS ECOLÓGICOS DO PADRE CÍCERO
  1. "Não derrube o mato, nem mesmo um só pé de pau. 
  2. Não toque fogo no roçado nem na caatinga. 
  3. Não cace mais e deixe os bichos viverem.
  4. Não crie o boi nem o bode soltos; faça cercados e deixe o pasto descansar para se refazer. 
  5. Não plante em serra acima, nem faça roçado em ladeira muito em pé: deixe o mato protegendo a terra para que a água não a arraste e não se perca a sua riqueza. 
  6. Faça uma cisterna no oitão de sua casa para guardar água da chuva. 
  7. Represe os riachos de cem em cem metros, ainda que seja com pedra solta. 
  8. Plante cada dia pelo menos um pé de algaroba, de caju, de sabiá ou outra árvore qualquer, até que o sertão todo seja uma mata só. 
  9. Aprenda a tirar proveito das plantas da caatinga, como a maniçoba,a favela e a jurema; elas podem ajudar a você a conviver com a seca. 
  10. Se o sertanejo obedecer a estes preceitos, a seca vai aos poucos se acabando, o gado melhorando e o povo ter sempre o que comer. 
  11. Mas, se não obedecer, dentro de pouco tempo o sertão todo vai virar um deserto só."
Padre Cícero (1844-1934)

História do Brasil >> Pesquisadores contrapõem teorias mais aceitas sobre o descobrimento do Brasil

Historiadores defendem que o Marco de Touros comprova a presença de euroupeus no EstadoHistoriadores defendem que o Marco de Touros comprova a presença de euroupeus no EstadoO descobrimento do Brasil, que para muitos aconteceu em 22 de abril de 1500, ainda é alvo de muitas polêmicas e contradições históricas. Cada vez mais tem sido trazida à tona, por intelectuais e pesquisadores, que discordam da chegada casual do português Pedro Álvares Cabral e seu séquito às terras brasileiras, hoje representadas pela cidade baiana de Porto Seguro.

O renomado pesquisador potiguar Câmara Cascudo, defendeu, a partir de seus estudos e pesquisas, que a descoberta do Brasil aconteceu no Rio Grande do Norte, e isso se comprovaria pelo Marco de Touros, monumento histórico que seria anterior à chegada de portugueses ao país, e que seria o mais antigo objeto de presença europeia em continente americano.

O pesquisador Lenine Pinto, autor do livro "Reinvenção do Descobrimento", um dos mais importantes registros documentais desta nova teoria, defende que os portugueses já haviam passado pelo Brasil antes de 1500, e umas das principais evidências é uma carta do rei D. Afonso V datada de 1470 que proíbe os comerciantes portugueses que negociavam na Guiné de explorar o pau-brasil, árvore genuinamente tupiniquim. 

Outro fator que ele destaca é o de que o famoso Monte Pascal, visto pela esquadra de Cabral, era na verdade o Pico do Cabugi, em Angicos (RN), visto do litoral potiguar. A pesquisa de Lenine trabalha tal tese baseando-se em rotas de navegação, correntes marítimas e posição dos ventos.

Por outro lado, o pesquisador Geraldo Maia afirma que tal tese ainda não possui embasamento documental, e que precisa ser melhor avaliada, antes de ser propagada. Ele afirma que o Marco de Touros é um grande símbolo da colonização europeia na região, mas nada pode comprovar que ele foi colocado antes da chegada oficial dos portugueses ao país.

"O primeiro desembarque dos colonizadores portugueses deu-se em 1501, quando a expedição de Gaspar de Lemos chantou um marco colonial na Praia de Morros. Esta pedra, mais conhecida como Marco de Touros, é considerada o monumento mais antigo do Brasil", comenta o historiador, cético às novas teorias.

O Marco de Touros, e sua data de fundação, que estão imersos nesta interessante polêmica histórica e podem ajudar os brasileiros a compreender melhor sua origem e história, preocupam pesquisadores e historiadores pelo abandono e esquecimento em que se encontram. "Tal marco deveria ser celebrado e protegido pelo poder público, hoje se encontra inacessível, totalmente esquecido e abandonado" comenta com tristeza o historiador Geraldo Maia. 

Marco de Touros é historicamente envolvido por crenças religiosas
Geraldo Maia aproveita o tema para ressaltar uma curiosa informação à respeito do Marco de Touros. Segundo ele, há alguns anos, a população da cidade começou a destruir o monumento, a partir de relatos religiosos, que datavam milagres curativos relacionados ao Marco.

"Nos idos dos anos 1980, o Instituto Histórico Geográfico do Rio Grande do Norte tomou providências para retirar o Marco da cidade de Touros. A população religiosa da cidade estava retirando pedaços do monumento, que por ser português, tem um grande desenho da cruz de malta, acreditando que poderiam fazer chás milagrosos com as pedras. O monumento foi levado para Natal, e hoje está exposto no Forte dos Reis Magos, o que gerou muita polêmica", comentou o historiador.

Fonte: Jornal O Mossoroense

sábado, 19 de abril de 2014

Alerta >> Chuvas não recuperam mananciais



O período chuvoso no semiárido nordestino deve acabar em meados de maio e, até lá, não terá sido suficiente para recuperar satisfatoriamente o nível dos reservatórios potiguares. Esta é uma  previsão da Empresa de Pesquisas Agropecuárias do Rio Grande do Norte (Emparn) para os próximos meses. De acordo com o meteorologista do órgão, Gilmar Bristot, a agricultura tem se recuperado com as precipitações do início deste ano, que estão dentro da normalidade. Porém os gestores precisam se preparar para as dificuldades que serão causadas pelo baixo volume do líquido armazenado para o resto do ano.

A reportagem tentou entrar em contato com a Secretaria de Recursos Hídricos do Rio Grande do Norte (Semarh) para questionar sobre a construção de adutoras, a situação dos reservatórios e o abastecimento dos municípios potiguares, mas não foi atendida. Nesta quinta, não havia ninguém trabalhando na Semarh e as ligações, mesmo para celulares, não foram atendidas. Ontem (18), o expediente era facultativo.

Os açudes de grande porte  ainda estão em situação crítica. De acordo com os dados atualizados pelo Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Denocs), a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, em Açu, está com 40,15% da sua capacidade total, que é de 2,4 bilhões de metros cúbicos. Isso é bem mais que os 34,47¨% que o reservatório apresentava há pouco mais de 15 dias. Porém, no ano passado, em plena estiagem, o volume de água alcançava quase 47% da capacidade no mês de Abril.

Em Caicó, o açude Itans está pior. Embora o volume de água do reservatório, nos 15 primeiros dias do mês, tenha passado de 8,3  milhões para 12.7 milhões de metros cúbicos, isso só representa 15,6% da capacidade do reservatório, que pode armazenar até 81.75 milhões de metros cúbicos de água.

Entre os reservatórios monitorados pelo Dnocs, o único que está cheio é o pequeno Açude Riacho da Cruz II, no Alto Oeste, cuja capacidade não alcança dos 10 milhões de metros cúbicos. A sangria foi na última semana e tem atraído até turismo.

Meteorologia
Apesar de já ter chovido mais de 400 milímetros em 25 municípios potiguares, entre janeiro e abril, o quadro é ainda é preocupante. Em 128, choveu tão pouco que eles permanecem na classificação “muito seco”. Em 12 a situação é de “seco”, e em apenas um aparece com normal; é  Portalegre, no Alto Oeste, com 686,7 milímetros.

Porém, para a segunda quinzena deste mês, é aguardada uma nova “janela de chuvas” trazida pelo fenômeno Oscilação 30-60 dias, que é a propagação de uma onda atmosférica ao longo da globo terrestre e no Equador, causando formação de nuvens.

Fonte: Jornal Tribuna do Norte

Esclarecendo >> Cubanos falam sobre o "Mais Médicos"

Por Leonardo Sakamoto, em seu blog:

O programa Mais Médicos convocou profissionais brasileiros e estrangeiros para trabalharem em locais carentes de atendimento. Se por um lado, isso gerou o descontentamento por parte dos médicos brasileiros (com argumentos que vão do fato de que o programa não resolve o déficit estrutural, material e de equipamentos até o puro corporativismo), por outro as manifestações de apoio mostram que ele foi bem recebido pela camada mais pobre da população.

No meio do tiroteio da falsa dicotomia entre “o Brasil precisa de médicos atendendo a população carente'' contra “o Brasil precisa de condições para os médicos trabalharem'', o programa também foi criticado por conta da forma de contratação de médicos estrangeiros. Entidades de classe de medicina exigem que o diploma seja revalidado no país através de prova e chegaram a questionar a capacidade técnica dos visitantes.

Ao mesmo tempo, alguns críticos do programa e parlamentares de oposição ao governo federal afirmam que os médicos cubanos estão em situação análoga à de escravo, como os trabalhadores que são libertados de fazendas de cana ou de oficinas de costura. Um dos motivos seria o fato de não recebem a mesma remuneração que o restante dos médicos que fazem parte do programa (R$ 10 mil mensais), pois a maior parte fica com a empresa cubana responsável pelas missões médicas do país. Outro montante é pago a eles aqui e o restante era depositado em sua conta em Cuba.

Para falar do paradigma da saúde no Brasil, da reação da população à sua presença e de sua situação trabalhista, dois médicos cubanos pertencentes ao programa que atuam no município de Carapicuíba, um dos mais pobres da região metropolitana de São Paulo, concederam ao UOL uma entrevista.

Artigo >> O professor no contexto atual


Ser professor não é tarefa fácil na sociedade moderna. Pois, é atribuído e/ou exigido dele competências, que não tem condições de assumir, quais sejam: aconselhar, nivelar por baixo o rendimento dos alunos, orientar, rever as avaliações cotidianamente.

Neste contexto, como pode melhorar o processo ensino aprendizagem, se aprendizagem em si fica em segundo plano? São questionamentos que se fazem necessários para que possamos redimensioná-lo na busca de novos objetivos, de maneira que os alunos das classes populares possam ascender socialmente através da escola.

Com efeito, as políticas de letramento vigentes têm demonstrado ser deficientes, pois não adianta encher e/ou superlotar as salas de aula com discentes, sem que exista a qualidade esperada. É óbvio que a educação é um direito do cidadão e dever do Estado, no entanto é fundamental que aprendamos exigir dos governantes os investimentos essenciais a sua materialização.

Consoante este pensar, não acreditamos na educação sem que não haja investimento na formação e na valorização do professor, pois este deverá ser mediador do processo ensino aprendizagem. Para tanto, essa mudança de concepção pedagógica exige que paradigmas estruturalistas e/ou tradicionais de ensino sejam ultrapassados, principalmente para aqueles que não fazem sentido na contemporaneidade, isto é, a pedagogia da cópia, do livro texto, da decoreba, sem que se operacionalizem novas estratégias e procedimentos didáticos voltados à consecução dos novos objetivos.

Assim sendo, o professor precisa de incentivo, de um piso salarial digno para que este possa trabalhar com dignidade, se isso acontece cotidianamente, este poderá ser um agente de mudança e de transformação social in loco de sala de aula, ou seja, possibilitará políticas de leitura e de escrita “não silenciadas” (MUSSALIN, 2005), consequentemente, despertará assim, a participação coletiva dos alunos, através da interação dos sujeitos reais na construção de aprendizagens interativas.

Logo, ser professor é uma árdua função, portanto exige compromisso, responsabilidade para com a melhoria do processo ensino aprendizagem dos sujeitos do quais lidamos. Nesse sentido, é preciso rever práticas, métodos, estratégias de ensino para que os alunos sejam os mais beneficiados, já que estes necessitam de um ensino de qualidade, decerto que possam crescer e atingirem aos objetivos pretendidos.

Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa dia 22


A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa na próxima terça-feira (22).  A meta é imunizar pelo menos 80% de cada um dos grupos prioritários, o que representa cerca de 1,250 milhão de pessoas. A campanha vai até o dia 9 de maio.

Mais de 200 salas de vacinação em todos os centros municipais de Saúde e clínicas da Família estarão oferecendo a vacina, que protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no inverno passado (H1N1; H3N2 e influenza B), como recomenda a Organização Mundial da Saúde (OMS). As unidades funcionarão de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. No sábado, (26), será o Dia de Mobilização Nacional contra a Gripe, quando serão montados postos de vacinação avançados em igrejas, centros comunitários, creches, entre outros locais.

A novidade da campanha deste ano é a ampliação do público-alvo infantil. Na campanha passada, apenas as crianças de 6 a 23 meses recebiam a vacina. Este ano a faixa etária foi estendida até os 4 anos. As crianças precisarão tomar duas doses da vacina, sendo a segunda administrada nos postos de saúde 30 dias após a primeira. Para os portadores de doenças crônicas é necessária a apresentação de prescrição médica com a indicação do imunizante. Mulheres no pós-parto devem apresentar algum documento que comprove terem dado à luz no período previsto pela campanha.

A vacina é segura e é a melhor forma de evitar doenças graves, internações ou mesmo óbitos por complicações associadas à gripe. Estudos demonstram que a imunização pode reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza. Pessoas febris, portadores de doenças neurológicas, com história de alergia grave relacionada a ovo e reação a doses anteriores devem consultar um médico antes de tomar a vacina.

 (Agência Brasil)

Martins: MP recomenda a órgãos públicos preservação da região serrana



por Diretoria de Comunicação

O Instituto de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema) deve concluir, no prazo de 90 dias, o projeto final de criação da Unidade de Conservação da Região de Martins. 
De acordo com a recomendação expedida pelo Ministério Público Estadual por meio da Promotoria de Justiça da Comarca de Martins, órgãos públicos municipais e estaduais devem atuar com medidas para a preservação da região serrana.

Para elaborar a recomendação, a Promotoria de Justiça considerou os maus tratos ao solo e a caça a animais na região, que vêm diminuindo diversos recursos naturais e biológicos na localidade e seu entorno. Ainda há o surgimento de vários loteamentos e condomínios, principalmente nas margens das encostas da serra, sem licença ambiental devida, que degradam o meio ambiente. Os problemas provocados pela mão humana também atingem as cavernas que compõem a região, que apresentam deteriorações, pichações e acúmulo de lixo.

Assim, a recomendação, publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), diz que o Idema deve desenvolver projetos de educação ambiental nos municípios de Martins, Serrinha dos Pintos e Antônio Martins. O órgão deverá averiguar a existência de licenças dos atuais empreendimentos imobiliários (loteamentos e condomínios) e a prática de ilícitos ambientais de moradores ou estabelecimentos comerciais em torno da “Lagoa dos Ingás” ou “Lagoa do Rosário”.

Para a garantia de mecanismos para a plena preservação da região, a Prefeitura e as Secretarias Municipal e Estadual de Meio Ambiente devem elaborar, no prazo de 60 dias, projeto efetivando o tombamento da caverna conhecida como “Casa de Pedra”. Os órgãos também terão que estudar a possível elaboração de projeto de plano diretor, visando estabelecer, no município, áreas de zoneamento, destinação, uso e parcelamento do solo e obrigações de existência de um percentual mínimo de densas áreas verdes em loteamentos e condomínios.

Com o objetivo da preservação das cavernas da região de Martins, o Centro Nacional de Pesquisas e Conservação de Cavernas deve enviar equipe multidisciplinar ao complexo espeleológico do município para análise da formação rochosa “Casa de Pedra”. A partir da análise, os pesquisadores devem elaborar posteriormente, diagnóstico sobre as características do local, citando os danos provocados pela ação humana, qual o grau de conservação, e apontar o que deve ser feito para a recomposição.


sexta-feira, 18 de abril de 2014

Prefeitura de Lajes realiza entrega de peixes para a população


A prefeitura de Lajes através da secretaria de agricultura realizou a entrega de 2.000 quilos de peixe (Tilápia) na zona rural de Lajes.  A secretária de Agricultura Jane Carla, o secretário adjunto Tico Lopes e funcionários da secretaria coordenaram toda a entrega do peixe nas comunidades rurais do município.

 

E na zona urbana a entrega do peixe aconteceu na quinta-feira a tarde no Centro Comercial Marcelo Montoril. 

Imagens: Facebook da Prefeitura de Lajes

Dismistificando o porquê do ódio a Dirceu

Por Edson Santos - Deputado federal  (PT/RJ)

A trajetória política de José Dirceu teve início em 1965, quando se tornou líder do movimento estudantil e chegou a ser presidente da UNE. Foi preso em 1968, durante o 30º Congresso da UNE, organizado clandestinamente. No ano seguinte foi libertado junto a outros 14 presos políticos, em contrapartida à libertação do embaixador dos EUA Charles Burke Elbrick, sequestrado por corajosos militantes que ousaram pegar em armas para resistir à ditadura militar.

Banido do país, José Dirceu trabalhou e estudou em Cuba durante o exílio. Destemido, voltou ao Brasil clandestinamente em 1971 e em 1974. Só voltaria à legalidade em 1979, com a anistia política e o início do longo processo de abertura. No ano seguinte, participou ativamente da fundação do PT, partido que logo se tornaria a principal ferramenta de organização política dos trabalhadores brasileiros, diretamente responsável pela fundação da CUT, em 1983, e com forte influência sobre a criação do MST, em 1984.

Feita a opção política pela luta no campo institucional, José Dirceu disputou as eleições de 1986 e foi eleito deputado estadual pelo PT de São Paulo. Em 1990 elegeu-se deputado federal e em 1994 concorreu ao Governo do Estado, quando recebeu dois milhões de votos. Voltaria a se eleger deputado federal em 1998 e em 2002, com a segunda maior votação do país naquele ano.

Assumiu a presidência do PT em 1995, sendo reeleito por três vezes, até que se licenciou em 2002 para coordenar a campanha vitoriosa que levaria Lula a se tornar o primeiro operário eleito presidente do Brasil. Com o início do governo, Dirceu assumiu a função de ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República.

Para que Lula pudesse conduzir o inédito acordo social que permitiu ao Brasil crescer com distribuição de renda, Dirceu carregou o piano da articulação política. Internamente, enquadrou as correntes partidárias e capacitou o PT para enfrentar o jogo pesado da política institucional. No âmbito externo, ajudou o Partido a superar barreiras que poderiam comprometer a governabilidade, forjando pactos com os operadores dos grandes interesses de Estado, com o mercado, com os militares e com a mídia.

Sua incomum visão do todo e capacidade de aglutinação política, no entanto, logo o transformariam em alvo. Os problemas começaram em 2005, quando o deputado Roberto Jefferson foi acossado por denúncia de corrupção praticada por um de seus indicados nos Correios. Era uma armação do bicheiro Carlinhos Cachoeira, em associação com a revista Veja, que procurava desalojar da estatal o grupo de Jefferson. Mas o então presidente do PTB julgou que a denúncia tinha partido do “superpoderoso” Dirceu. Foi o estopim do conhecido “mensalão”, hoje o sabido “mentirão”, que viria a revelar a hipocrisia política, o uso seletivo das denúncias e o falso moralismo do Judiciário.

Dirceu foi pré-julgado pela imprensa e sofreu um linchamento midiático sem precedentes, diariamente, em rede nacional. Negou-se a renunciar e teve seu mandato cassado. Transformada em circo midiático com transmissão ao vivo das sessões e massacrante cobertura da imprensa oligopolizada, a Ação Penal 470 (AP470) foi marcada por arbitrariedades e infrações à Constituição. Os réus foram condenados sem direito ao duplo grau de jurisdição e, no caso de Dirceu, sem qualquer prova de envolvimento com ilicitudes. Sem dúvida, foi o mais vexaminoso julgamento de exceção já vivenciado na história do Brasil.

Em 2013, às vésperas do aniversário da República, o presidente do STF, Joaquim Barbosa, buscou apropriar-se do simbolismo da data e mandou prender José Dirceu e José Genoíno – outro herói da democracia brasileira. Com dinheiro público, Barbosa promoveu deprimente espetáculo ao usar um camburão a jato para transportar os “perigosos meliantes” algemados de São Paulo a Brasília, em pleno feriado nacional. O fez sem aguardar a conclusão do julgamento e, numa clara violação dos direitos dos réus, sem possibilitar à defesa as condições de estabelecer o contraditório, garantia consagrada pela tradição jurídica brasileira.

Ao cabo, a AP470 evidenciou a primazia da vingança sobre a justiça. O resultado foi muito aplaudido pelos adeptos de torpes mantras como “preto é tudo ladrão” e “bandido bom é bandido morto”. Um pessoal que acha que o Governo “não tem que dar bolsa esmola pra vagabundo”, mesmo sabendo que o Programa Bolsa Família tirou 35 milhões de brasileiros da miséria e reduziu a mortalidade infantil em 17%.

O recolhimento ao cárcere, no entanto, não impediu que Dirceu e Genoíno continuassem a ser perseguidos. Este cumpre prisão domiciliar fora de seu estado, sem acesso aos meios adequados para tratar a grave cardiopatia que lhe acomete. Enquanto o outro cumpre pena em regime fechado, embora tenha sido condenado ao semiaberto, enfrentando uma série de armadilhas institucionais montadas por Barbosa e pela mídia para lhe impedir o direito de trabalhar fora da penitenciária.

José Dirceu é odiado, atacado e perseguido por tudo o que representa. Tinha tudo para ser um operador político das elites, mas fez a opção de, por meio de sua militância, ser um instrumento para a chegada do povo ao poder. Em grande medida graças a Dirceu, o PT entrou no jogo para ganhar e fez o que deveria ser feito para chegar ao poder, inverter as prioridades da administração pública e promover a maior transformação social já registrada na história do Brasil. Companheiro Zé Dirceu, saiba que não descansaremos ou nos calaremos enquanto esta grande injustiça não for desfeita.

Eleições 2014 >> prazo para fazer inscrição eleitoral termina em 7 de maio

Alistamento eleitoral continua até maio (TSE)Alistamento eleitoral continua até maio (TSE)Termina em menos de um mês o prazo para fazer a inscrição eleitoral, pedir a transferência do título de eleitor ou ainda solicitar a transferência para votar em uma seção eleitoral especial nas Eleições Gerais de 2014. O cidadão tem até o dia 7 de maio para realizar qualquer um desses serviços junto à Justiça Eleitoral e, dessa forma, estar apto a votar no pleito deste ano.

O interessado deve procurar um cartório eleitoral mais próximo de sua residência, ou acessar o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para fazer o pré-atendimento e agilizar a retirada ou a transferência do título. Ao acessar o serviço, também chamado de Título Net, basta preencher os campos de identificação até o final e apresentar o protocolo gerado on-line em uma unidade de atendimento da Justiça Eleitoral, com a documentação exigida.

Para solicitar o título de eleitor, é necessário apresentar o documento oficial de identificação com foto e o comprovante de residência, além do certificado de quitação do serviço militar obrigatório para pessoas do sexo masculino, maiores de 18 anos. O título de eleitor é o documento que comprova o alistamento eleitoral e informa o número de inscrição, zona eleitoral e o local de votação.

Já para fazer o pedido de transferência do domicílio eleitoral nos casos em que eleitor muda de município, estado ou país, é preciso apresentar o documento de identificação com foto, o título de eleitor e um comprovante de residência. O requerente também deverá estar quite com a Justiça Eleitoral, ou seja, ter cumprido obrigações legais, ter obtido o primeiro título ou feito a última transferência há pelo menos um ano e residir no novo domicílio há, no mínimo, três meses.

Todas as solicitações via internet deverão ser feitas, impreterivelmente, até o dia 2 de maio, ou seja, cinco dias antes do prazo final estipulado pelo Calendário Eleitoral. Após essa data, o pré-atendimento não estará mais disponível e o cidadão deverá comparecer em um cartório eleitoral até o dia 7 de maio para solicitar o serviço desejado.

Também termina no dia 7 de maio o prazo para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicitar a transferência do local de votação para uma Seção Eleitoral Especial.

Os procedimentos previstos na Resolução TSE nº 21.008, aprovada em 2002, determinam que os locais especiais de votação sejam de fácil acesso, com estacionamento próprio e instalações que atendam às normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

 Fonte: TSE

Oportunidade >> RN abre 44 vagas de estágio para Petrobrás nesta segunda-feira

Estágio IEL: oportunodadeEstágio IEL: oportunodadeO IEL-RN abriu na última segunda-feira (14) processo seletivo para estágio na Petrobrás para alunos do ensino superior e educação profissional de nível médio. As inscrições seguem até o dia 7 de maio, nos escritórios do IEL RN, em Natal e Mossoró. São 44 vagas, sendo 22 vagas para Natal, 20 para Mossoró e 2 para Guamaré.

As vagas para ensino superior abrangem as seguintes áreas: Administração (Natal e Mossoró), Arquitetura (Mossoró), Agronomia (Mossoró), Enfermagem (Natal), Pedagogia (Mossoró), Geologia (Natal), Eng. Mecânica (Natal e Mossoró), Eng. Elétrica (Natal e Mossoró), Eng. de Petróleo (Natal e Mossoró), Eng. de Produção (Natal e Mossoró), Eng. Civil (Mossoró), Eng. Agrícola (Mossoró), Eng. de Energia (Mossoró), Eng. da Computação (Natal), Eng. Química (Natal e Mossoró), Química de Petróleo (Natal).

Para os cursos de nível médio técnico: Técnico em Segurança do Trabalho (Guamaré), Técnico em Química (Guamaré), Técnico em Mecânica (Mossoró), Técnico em Segurança do Trabalho (Mossoró) e Técnico em Petróleo e Gás (Mossoró).

O IEL - NATAL está situado na Avenida Amintas Barros, 4549, em Nova Descoberta. O IEL- Mossoró está localizado na Rua Benjamim Constant, nº65, Centro.

Poderão participar os candidatos com o perfil que consta no edital divulgado na página do IEL, disponível no seguinte link: http://www.rn.iel.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=119&Itemid=511#vagas1

Informações podem ser obtidas pelos telefones: (84)3204-6288/3204-6258 (em Natal) e (84)3316 – 3055 (em Mossoró).

PRONAF >> Incra inicia negociação de dívida de assentados

Foi iniciada nesta quarta-feira (16) a negociação de dívidas de cerca de 86 mil famílias assentadas. Elas terão a chance de quitar ou renegociar dívidas do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF), relativas aos grupos A e A/C, com até 80% de desconto. 

O benefício será concedido a partir da inauguração, em Uberlândia (MG), da Sala da Cidadania, portal que possibilita aos beneficiários da reforma agrária e proprietários rurais resolver demandas relacionadas ao Incra de forma simples e rápida, em ambiente virtual.

As famílias a serem atendidas contrataram 107 mil operações de crédito por intermédio do Banco do Brasil (BB) até 31 de dezembro de 2010. Parceria firmada entre o Incra e o BB na última semana permitirá concretizar a renegociação no ambiente da Sala da Cidadania.

No Rio Grande do Norte, três servidores da Superintendência Regional do Incra/RN passaram por um curso de capacitação em Brasília (DF), durante uma semana, para prestar esse novo serviço ao público da reforma agrária.

Proprietários de imóveis rurais também contarão com atendimento no ambiente virtual. Será possível, por exemplo, emitir o Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR), solicitar declaração do INSS e encaminhar a certificação do imóvel via Sistema de Gestão Fundiária (SIGEF).

No total, 233 mil operações dos Pronafs A e A/C foram feitas por meio do Banco do Brasil, além de outras instituições, como o Banco do Nordeste, tiveram pendências identificadas, perfazendo R$ 2,4 bilhões em dívidas.

A renegociação é o serviço âncora oferecido na Sala da Cidadania. O portal pode ser acessado diretamente na rede mundial de computadores ou na rede física montada nas superintendências regionais e unidades avançadas do Incra, além de sindicatos de trabalhadores rurais, cooperativas, associações e prefeituras que queiram se conveniar com o Incra.

O beneficiário que optar por liquidar a dívida até 31 de dezembro de 2014 terá rebate de 80% sobre o valor total. O boleto é emitido no ato e poderá ser pago em qualquer banco ou correspondente bancário. No caso da renegociação, será concedido bônus de adimplência de 50% sobre o saldo devedor a quem vive nas regiões Nordeste e Norte e de 45% nas demais regiões. O prazo para renegociação é de até dez anos, com vencimento da primeira parcela em 2015. O assentado receberá as guias para pagamento e assinará um contrato que será enviado ao Banco do Brasil, com despesas postais custeadas pelo Incra.

Fonte:  Jornal de Fato

Natalenses elegem interior do RN como o destino neste feriadão

Movimento-da-Semana-Santa-na-Rodoviaria-WR

Nesse feriadão, serão utilizados veículos extras, pela grande demanda de passageiros

São 10 horas da manhã e o ônibus da Viação Nordeste se prepara para partir de Natal com destino ao município de Messias Targino, no interior do Rio Grande do Norte. Uma fila enorme se forma, com passageiros que desejam viajar no veículo, que conta com uma rota de tréfego que permeia 27 municípios potiguares. Esse é um dos retratos do Terminal Rodoviário de Natal, nesta quinta-feira Santa, durante o feriado prolongado de Semana Santa e Tiradentes.

Segundo Rodrigo Wanderley, gerente administrativo do terminal rodoviário, em relação ao ano passado, a movimentação na rodoviária, situado no bairro de Cidade da Esperança, tem aumentado consideravelmente. “Em números de passageiros, esse feriado tem se equiparado ao Carnaval, quando muitas pessoas também viajam. A movimentação já começou com crescimento desde a quarta-feira, 16, à noite, e tende a intensificar a procura por passagens nesta quinta e sexta-feira” afirmou.

Ele conta ainda que o feriado também tem outro aspecto parecido com o do carnaval. “Esse ano, a Semana Santa se assemelha ao Carnaval, feriado com grande fluxo de passageiros, no número de dias, mas tem um diferencial por ser considera uma viagem mais familiar. Ocorreu muita distribuição de pessoas, pela procura por vários municípios, e não uma concentração, como é o caso de Macau, no período dos festejos carnavalescos” disse.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Igreja Católica >> Programação da Semana Santa em Lajes

Boa iniciatiativa >> Projeto espera plantar 3,2 milhões de árvores no Rio Grande do Norte

Plantil-de-Arvore-na-Escola-Estadual-Nestor-Lima-JA

Escola Estadual Nestor Lima decidiu criar área verde para conscientizar alunos sobre a importância da preservação ambiental

 

Mais carros, mais motos, mais asfalto e menos árvores. Esses são alguns dos fatores que tem levado a cidade de Natal a ter um crescente desconforto térmico apesar da brisa que vem do mar. Para se contrapor a esse cenário de desenvolvimento a qualquer custo, organizações não-governamentais se uniram em torno do projeto Árvore da Paz. O objetivo da iniciativa é plantar uma árvore para cada habitante do Estado.


Na manhã desta quarta-feira (16), alunos da Escola Estadual Nestor Lima, no bairro de Lagoa Nova, aprenderam a plantar e a cuidar de árvores colocando a mão na massa. A programação faz parte das comemorações do mês do Planeta Terra.

Um dos estudantes que participaram do plantio foi Yunes Araújo Silva, que está no terceiro ano do Ensino Médio. Embora nunca tenha tido lições práticas, como o plantio, em outras escolas que passou, o estudante tem cuidado no uso dos recursos naturais. “Sou muito econômico em tudo, energia, água e sempre carrego o lixo até achar uma lixeira para jogar”, declarou.

Yunes Silva teve a ajuda da sua namorada Maria Gabriela de Lima, estudante do primeiro ano do ensino médio. Gabriela, como é chamada mais comumente, já teve maus hábitos que prejudicam o meio ambiente, mas diz que foram corrigidos pela consciência ambiental dos pais. “Quando eu era menor, deixava a torneira ligada enquanto escovava os dentes. Mas meu pai sempre foi ligado a essa questão ambiental”, contou, explicando a origem da sua consciência ambiental.

Os demais alunos e o casal tiveram um rápido treinamento de como se plantar e cuidar de uma árvore com o José Cassimiro da Ong SOS Mangues. Com as covas abertas e as mudas em mãos, o primeiro passo é colocar o adubo orgânico e depois molhá-lo com água. Em seguida, retira-se a proteção plástica da raiz da árvore. Logo após, coloca a muda no buraco tentando centralizar o tronco para que ela não cresça inclinada.

#ESCOLHADOPOVO >> Eleições presidenciais: A presidenta Dilma lidera pesquisa com 40% dos votos.


Foto: #ESCOLHADOPOVO

Caso as eleições presidenciais tivessem ocorrido entre 6 e 8 de abril, a presidenta Dilma teria sido reeleita no 1º turno com 40% dos votos.

Este foi o resultado da pesquisa realizada pela Vox Populi/CartaCapital, que ouviu 2,2 mil eleitores em 161 municípios.

Atrás da presidenta, está o candidato tucano Aécio Neves, opção de 16% dos eleitores, seguido de Eduardo Campos (PSB), com 8% das intenções de voto.

O Pastor Everaldo Pereira, pré-candidato do PSC, tem 2%; já os pré-candidatos Levy Fidelix (PRTB), Randolfe Rodrigues (PSOL), Eymael (PSDC) e Mauro Iasi (PCB) não pontuaram.

Votos brancos ou nulos somam 15%. O número de eleitores que não sabem em quem votar ou que não responderam à pesquisa é de 18%. A margem de erro da pesquisa é de 2,1 pontos percentuais.

Confira em http://bit.ly/1l3IVCB
Este foi o resultado da pesquisa realizada pela Vox Populi/CartaCapital, que ouviu 2,2 mil eleitores em 161 municípios.

Caso as eleições presidenciais tivessem ocorrido entre 6 e 8 de abril, a presidenta Dilma teria sido reeleita no 1º turno com 40% dos votos.


Atrás da presidenta, está o candidato tucano Aécio Neves, opção de 16% dos eleitores, seguido de Eduardo Campos (PSB), com 8% das intenções de voto.


O Pastor Everaldo Pereira, pré-candidato do PSC, tem 2%; já os pré-candidatos Levy Fidelix (PRTB), Randolfe Rodrigues (PSOL), Eymael (PSDC) e Mauro Iasi (PCB) não pontuaram.


Votos brancos ou nulos somam 15%. O número de eleitores que não sabem em quem votar ou que não responderam à pesquisa é de 18%. A margem de erro da pesquisa é de 2,1 pontos percentuais.

Confira em http://bit.ly/1l3IVCB

Ditadura nunca mais! >> Comissão da Câmara Federal discutirá os reflexos da Ditadura na Educação

Na próxima quinta-feira (24), a Comissão de Educação irá promover uma audiência pública sobre os reflexos do golpe militar na educação brasileira. 
 
A audiência marcada para 9h30, no Plenário 10 da Câmara dos Deputados, contará com a presença de Emir Sader, Sadi Dal Rosso, Renato Rabelo, Moacir Gadotti e Marcos Guerra. 
 
Segundo a autora do requerimento que deu origem a audiência, deputada Fátima Bezerra, a educação foi um dos setores que mais sofreram com o golpe civil/militar de 1964. “As universidades brasileiras tiveram inúmeros de seus professores cassados, departamentos inteiros foram esvaziados, particularmente da área de humanidades. Bibliotecas foram atingidas pela censura de vários temas e autores, prejudicando a pesquisa acadêmica, o ensino e a livre circulação de ideias. 
 
O movimento estudantil da época foi de grande importância na resistência à ditadura e como consequência, muitos estudantes foram torturados e mortos ou tiveram que procurar asilo no exterior”, disse. 
 
Para Fátima, as novas gerações precisam ter conhecimento desse período triste de nossa história e, cabe particularmente à Comissão de Educação, contribuir para a compreensão de seus efeitos negativos sobre a educação no País.

Fonte: Portal da Deputada Fátima Bezerra - PT