quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

O PAIS NÃO AGUENTA MAIS ESSE GOLPE >> Apelo nas redes sociais por anulação do impeachment viraliza

Apelo nas redes sociais por anulação do impeachment viraliza

Apelo nas redes sociais por anulação do impeachment viraliza – boa parte da militância democrática abraçou o tema #STFAnuleOGolpe, pela volta de Dilma e com ela, o restabelecimento da democracia.
De maneira quase unânime, simpatizantes e militantes do PT, ou de partidos de esquerda, e mesmo aqueles que se convenceram de que Dilma foi vítima de um Golpe, cobram principalmente:
PT, CUT, MST, MTST, UNE e demais movimentos e centrais sindicais, maior empenho em derrotar o Golpe no STF.
Entendem que, com esse governo de Temer, nenhuma reivindicação vai ser atendida e, para ilustrar, mostram os números da bancada governista no Congresso:
Câmara Federal: aproximadamente 367 deputados
Senado Federal: em média, 60 senadores
E mais, questionam os partidos de esquerda, centrais sindicais, movimentos sociais e de estudantes, na figura de suas lideranças o porque de não se fazer grandes atos pela Legalidade.
Na visão de milhares de militantes, tanto do PT, quanto de outras siglas de esquerda, além de simpatizantes do #STFAnuleOGolpe, tanto a PEC 55 passará com facilidade no Senado, quanto qualquer Projeto de Emenda Constitucional que interesse aos mais ricos.
A pergunta que fazem: – Não seria mais fácil focar na Anulação do Impeachment no STF, dadas tantas evidências de sua nulidade, do que “dar murro em ponta de faca”, esperando “tirar leite de pedra” de um governo neoliberal e sujeito a quebrar o país e seu povo?
Para todos os brasileiros e brasileiras com o mínimo de raciocínio lógico, fica clara a intenção desse governo: Estado Mínimo, diminuição intensiva dos direitos sociais já adquiridos, venda de patrimônio público após depreciado a preço de banana (com a ajuda da velha e carcomida mídia, é claro!).
Se você pensa de maneira parecida, entre em contato com a Resistência, pelo restabelecimento do Estado de Direito Democrático e pela manutenção de todos os direitos garantidos pela Constituição de 1988.
E, que a Justiça seja feita, é o que todos esperam!
Diversos grupos foram criados nas redes sociais, dentre os quais: Dilma Resistente, Resistência com Dilma e o Anula o Golpe STF, no Facebook.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO POR ESTÁ AQUI. NESSE BLOG, BUSCAMOS PUBLICAR COMENTÁRIOS DEVIDAMENTE IDENTIFICADOS.