terça-feira, 4 de julho de 2017

EDUCAÇÃO FINANCEIRA >> Pesquisa: 57% dos usuários de cartão de crédito não fazem controle dos gastos


NOTA-2

Um estudo feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas em todas as capitais do país, revela que 57% dos usuários de cartão de crédito não controlam de maneira adequada os gastos feitos com esse meio de pagamento. De acordo com o educador financeiro do SPC Brasil, José Vignoli, ter um cartão de crédito é sinônimo de comodidade e de poder comprar a qualquer hora, mas, sem um mínimo de disciplina e organização, o bolso do consumidor pode sofrer sérios abalos.
“O uso do cartão de crédito sem uma análise, sem um controle efetivo, traz grandes chances de ter o nome negativado, de usar excessivamente o rotativo. A vida pode entrar em um problema financeiro grave com o descontrole do cartão de crédito”, Explica o educador financeiro do Serviço de Proteção ao Crédito, José Vignoli.
De acordo com a pesquisa, houve também uma diminuição na quantidade de brasileiros que possuem cartão de crédito. Em 2016 eram 70% dos consumidores e agora, são 61%. O educador financeiro do SPC Brasil, José Vignoli, dá algumas dicas para aqueles consumidores que não fazem o controle efetivo dos gastos.
“Muitas vezes as pessoas estão vivendo fora do seu padrão econômico. Estão levando uma vida que custa mais do que elas podem pagar. Neste ponto, estes meios eletrônicos de pagamento acabam facilitando se a pessoa não tem nenhum controle. É muito importante que as pessoas evitem compra por impulso, que as pessoas evitem fazer excesso de parcelamento e que as pessoas tenham consciência de que um dia o futuro vai chegar. Então tem que ter uma reserva. As pessoas têm que viver hoje um pouco mais cautelosas com as suas finanças”, afirma José Vignoli.
O servidor público Thiago Aguiar, de 29 anos, faz parte da estatística e acredita que controlar os gastos não é uma tarefa fácil.
“Como a gente acaba fazendo várias compras durante o dia, todos os dias, acaba que fica difícil fazer este controle de tudo o que você gasta”, conta.
O levantamento revela ainda que, em um ano, cresceu o percentual de usuários de cartão de crédito que não sabem a taxa de juros cobradas quando se atrasa o pagamento da fatura. No ano passado, 55% dos adeptos da modalidade desconheciam os valores. Hoje, são 59% que ignoram o custo do atraso, especialmente as mulheres, os mais jovens e os que têm baixa renda.
Com informações da Agência Rádio 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO POR ESTÁ AQUI. NESSE BLOG, BUSCAMOS PUBLICAR COMENTÁRIOS DEVIDAMENTE IDENTIFICADOS.