quarta-feira, 30 de maio de 2018

E O ABSURDO CONTINUA... >> Governo golpista e a Negociata da Floresta

Na surdina, o governo nomeou um comerciante de bebidas, ligado ao PROS, para gerir um órgão ambiental e livrar mais de R$1,2 bilhão em multas de seus amigos empresários. 

Vamos nos unir aos apelos dos técnicos do ICMBio e pedir que Temer demita Caio Tavares e não use nossas florestas como moeda política! Assine: 
ADICIONE SEU NOME

O governo não perde a chance de negociar nosso país: em meio dessa crise do combustível eles nomearam, na surdina, um comerciante de bebidas para presidir um órgão ambiental. É isso mesmo.


Caio Tavares foi escolhido por conta de suas conexões com o PROS, um partido que há anos milita para enfraquecer órgãos ambientais e agora ele quer livrar mais de R$1,2 bilhão em multas de seus amigos empresários.



O ICMBio é responsável por  proteger paraísos como Fernando de Noronha, Chapada Diamantina, Chapada dos Veadeiros e animais em extinção como a ararinha azul. Os guerreiros do ICMBIO estão pedindo nossa ajuda -- nem greves e apelos estão chamando atenção da imprensa. Aí que nós entramos.



Quando muitos assinarem, vamos junto dos guerreiros do quadro técnico do ICMBio exigir que Temer, encurralado pela pressão pública, volte atrás nessa barganha vergonhosa da nossa fauna e flora -- Assine e compartilhe ao máximo.  




Essa é a primeira vez, na história do ICMBio, em que o governo nomeia alguém alheio à proteção socioambiental e que não entende de meio ambiente mas, sim, de politicagem



O PROS está com olhos grandes no órgão desde que uma mudança na lei permite a transformação de multas ambientais em projetos de compensação. Isso dá ao ICMBio o poder de negociar e aprovar projetos no valor de R$ 1,2 bilhão de empresas infratoras que antes teriam de pagar multas. Nós podemos acabar com essa negociata!



Vamos juntar o máximo de assinaturas para dizer ao Presidente Temer que não queremos um político negociando nossas florestas com ruralistas e seus aliados. Nesse jogo sujo de negociação com infratores ambientais quem vai sair perdendo somos todos nós, nossas florestas e animais. Adicione seu nome agora e vamos salvá-los: 



O Presidente Temer tentou nomear um ruralista para o cargo e teve que ceder e agora nomeou na surdina um comerciante que será o testa de ferro de negociatas ambientais. Nossa comunidade forçou Temer a voltar atrás com o decreto da RENCA ano passado. Vamos utilizar nossa força mais uma vez e ficar do lado certo dessa batalha. 


Com esperança e determinação, 



Laura, Flora, Nana, Joseph e toda a equipe da Avaaz. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário