sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

O QUE ESTÁ RUIM AINDA VAI PIORAR >> Governo estuda cortar gastos em programas que estimulam os professores em início de carreira.

Exibindo
Matéria de Natuza Nery, no Painel da Folha dá conta de que o MEC contratará auditoria para avaliara a eficiência e os gastos de alguns programas. Entre eles está o Programa de Bolsas de Iniciação à Docência. Ou seja, o governo pretende acabar com um dos programas que incentiva a iniciação à docência, fundamental para a evolução de professores em início de carreira.
O Ministério da Educação vai contratar uma auditoria externa para avaliar a eficiência e os gastos de programas da pasta. Estão na mira a Universidade Aberta do Brasil, o Programa de Bolsas de Iniciação à Docência e o Projovem, que dá auxílio financeiro para que pessoas de 18 a 29 anos concluam o ensino fundamental.
O ministério estima que as ações que passarão pela reavaliação consumam cerca de R$ 1 bilhão por ano. A ideia é ver se o custo delas compensa o retorno obtido.
Este governo entende Saúde e Educação como gastos e não como investimentos. A partir de 2018 a PEC 55 entra em vigor e o que parece ruim pode piorar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO POR ESTÁ AQUI. NESSE BLOG, BUSCAMOS PUBLICAR COMENTÁRIOS DEVIDAMENTE IDENTIFICADOS.