domingo, 5 de março de 2017

SERÁ HOJE A ABERTURA DA CF EM NATAL >> Parque da Cidade receberá fiéis da Campanha da Fraternidade neste domingo

A Arquidiocese de Natal fará a abertura oficial da Campanha da Fraternidade (CF) 2017 neste domingo (5) em três locais e cada um representa um dos Vicariatos Territoriais da Arquidiocese. E o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte foi o escolhido para receber fiéis do Vicariato Episcopal Urbano composto pelas paróquias de Natal, Parnamirim, Macaíba, São Gonçalo do Amarante e Extremoz.
O tema deste ano "Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida" e o lema: "Cultivar e guardar a criação (Gn 2, 15)" tem tudo a ver com o Parque da Cidade, que é uma Unidade de Conservação e tem como objetivo principal a preservação da natureza.
De acordo com o padre Robério Camilo da Silva, coordenador de campanha da arquidiocese, a programação será iniciada às 14h30, com acolhida das caravanas das paróquias, apresentações teatrais e uma reflexão sobre os biomas, feita pela professora da UFRN, Magda Guilhermina. Às 16h será celebrada missa, presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha, marcando o encerramento da programação. O evento acontecerá no pátio, ao pé da torre (mirante).
O objetivo da campanha deste ano é alertar as pessoas para o cuidado com a criação, de modo especial com os biomas brasileiros: a Mata Atlântica, a Amazônia, o Cerrado, o Pantanal, a Caatinga e o Pampa. Para o arcebispo metropolitano de Natal, o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte tem tudo a ver com o tema, pela preservação e por conter espécies nativas da Mata Atlântica e da Caatinga, biomas que fazem parte da campanha. O problema não está na natureza, está no homem e a conscientização para a preservação dos biomas que estão desaparecendo é um dos objetivos da CF.
"A população precisa conhecer aquele espaço [Parque da Cidade], que preserva a natureza e é importante para a cidade. Se abrir o vidro do caro e jogar o lixo pela janela, está afetando a natureza. O homem estraga a criação", observa Dom Jaime Vieira da Rocha.
O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte é uma Unidade de Conservação, inserida numa Zona de Proteção Ambiental com uma extensão de 136 hectares de mata preservada com biomas de Mata Atlântica e Caatinga. De acordo com o levantamento florístico feito recentemente por um grupo de especialistas da UFRN, a vegetação nativa ocupa 52% da ZPA-01, onde o Parque da Cidade, está inserido. Além da preservação da flora e da fauna, que oferecem qualidade de vida aos moradores, abaixo das suas dunas está localizado o aquífero Barreiras, responsável por grande parte do abastecimento de água na cidade de Natal.
"A CNBB acertou em cheio quando escolheu esse tema da Campanha da Fraternidade, porque a atuação junto às paróquias e comunidades, vai fazer com que as pessoas tenham mais consciência da importância da preservação. E o homem precisa entender que ele é parte integrante do meio ambiente, do planeta Terra e precisa cuidar, porque a natureza é vida. E o Parque da Cidade tem uma importância enorme para dar qualidade de vida aos natalenses e visitantes. Por isso, a importância de ser preservado", alerta o gestor do Parque da Cidade, Carlos da Hora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO POR ESTÁ AQUI. NESSE BLOG, BUSCAMOS PUBLICAR COMENTÁRIOS DEVIDAMENTE IDENTIFICADOS.