quinta-feira, 14 de junho de 2018

LAPIS - Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites >> Divulga mapa atualizado da saúde da vegetação do Semiárido brasileiro



Nenhum texto alternativo automático disponível.
O atual Índice de cobertura vegetal (NDVI) do Nordeste brasileiro, obtido por imagem do satélite Meteosat-10, mostra poucas áreas secas na região. Vale destacar que, na parte Setentrional (Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba), as áreas em vermelho não representam seca, mas territórios em processo de desertificação.
No Maranhão, os pontos em vermelho correspondem aos Lençóis maranhenses. Na região oeste do Nordeste, consistem em cicatrizes das queimadas. Já no Semiárido de Alagoas, Sergipe e grande parte da Bahia, os sinais em vermelho são predominantemente de seca, mas existem também respostas de áreas degradadas e áreas descobertas por vegetação #Caatinga #MonitoramentoAmbiental #Secasem montanhas (solos expostos).
Sendo assim, o monitoramento por satélite realizado pelo LAPIS - Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélitesmostra que, na semana passada, a resposta da vegetação à seca diminuiu consideravelmente em relação aos meses anteriores, com destaque à parte Setentrional do Nordeste, aonde os sinais de seca na vegetação praticamente não existem.
Continuamos de olho e, qualquer novidade, compartilharemos com vcs. Leiam mais em: https://goo.gl/gRdaRB

Nenhum comentário:

Postar um comentário