domingo, 10 de julho de 2016

URGENTE! Guaranis Kaiowás de Apyka'i (MS) são despejados pela Polícia Federal, sem comunicar a Fundação Nacional do Índio (Funai).

  • Foto de Instituto Socioambiental - ISA.
    Ação de reintegração de posse foi iniciada pelos policiais sem comunicar a Fundação Nacional do Índio (Funai).

    Na madrugada do dia (6/7), a Polícia Federal despejou a comunidade indígena de Apyka'i, um dos territórios povo Guarani Kaiowá na região de Dourados, Mato Grosso do Sul. Ação foi iniciada por volta das 6h, mas até as 10h da manhã, as cerca de nove famílias, que viviam às margens da BR-463, ainda não haviam sido levadas do local.
    A Fundação Nacional do Índio (Funai) informa que só foi comunicada pela PF sobre a execução da ação de reintegração de posse quando os agentes policiais já estavam na área. O despejo foi determinado pela Justiça Federal em junho deste ano, em favor do proprietário da Fazenda Serrada, que está sobreposta ao território e é arrendada para a Usina São Fernando, de José Carlos Bumlai.
    A comunidade de Apyka'i é liderada por uma mulher, dona Damiana Cavanha, que já viu nove pessoas falecerem no local, quase todas vítimas de atropelamentos. O acampamento existe desde 1999 e as seguidas ameaças de despejo ensejaram diversas campanhas de solidariedade ao Apyka'i, como a campanha "Deixe o Apyka'i viver"[http://campanhaguarani.org/apykai].
    Assista a vídeo feito pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi) sobre o Apyka'i:https://www.facebook.com/conselhoindigenistamissionario/videos/997258273715838/
    Foto: Ruy Sposati/Cimi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO POR ESTÁ AQUI. NESSE BLOG, BUSCAMOS PUBLICAR COMENTÁRIOS DEVIDAMENTE IDENTIFICADOS.