sábado, 25 de junho de 2016

O POVO DIZ NÃO AO GOVERNO GOLPISTA DE TEMER >> Formatura da UFERSA vira ato pelo “Fora, Temer”

    Estudantes da Universidade Federal do Semiarido (Ufersa), contrários ao golpe disfarçado de impeachment contra a presidenta eleita Dilma Rousseff (PT), transformaram a solenidade de formatura, na última quarta-feira (22) em Mossoró, numa manifestação política pelo #ForaTemer. A concluinte de Agronomia, Maria Clara Correia Dias, fez um discurso reconhecendo as conquistas sociais durantes os governos petistas, com destaque para a democratização do acesso ao ensino superior.
Em seu discurso, ela citou o médico e revolucionário argentino Ernesto Che Guevara, que afirmou que “um dia a universidade iria se pintar de povo, operários e camponeses”. “Hoje, nossos pais e mães, trabalhadores e camponeses que estão aqui ouvindo seus filhos falarem, podem dizer que cumpriram esse papel e deixaram a maior herança: o aprendizado”, destacou.
A plateia de formandos reagiu com gritos de #ForaTemer quando Maria Clara disse que “não iremos aceitar, em hipótese alguma, algum retrocesso desse governo golpista; só estamos aqui hoje graças a uma grande expansão universitária”.
O reconhecimento de Maria Clara se deve, entre outras coisas, à iniciativas como o Reuni, programa de restruturação das universidades federais inciado em 2007, primeiro ano do segundo governo Lula, promoveu a construção de três novos campi da Ufersa no interior do RN, criando mais oportunidades de acesso ao ensino superior, principalmente para os mais pobres, num país em que, historicamente, a universidade era um espaço ocupado predominantemente pelos filhos da elite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO POR ESTÁ AQUI. NESSE BLOG, BUSCAMOS PUBLICAR COMENTÁRIOS DEVIDAMENTE IDENTIFICADOS.