sábado, 25 de junho de 2016

PROJETO SEGUNDA ÁGUA >> Governo implanta barragens subterrâneas e alivia efeitos da seca

O projeto possibilita aos agricultores familiares o acesso à água
Apesar dos cinco anos consecutivos de estiagem no Rio Grande do Norte, as famílias rurais que sobrevivem da agricultura e pecuária estão obtendo meios para manterem suas fontes de renda.

O Projeto Segunda Água, executado pelo Governo do Estado, através da Emater-RN, tem possibilitado aos agricultores e agricultoras familiares o acesso à água para produção de alimentos voltados para o autoconsumo. O objetivo é garantir segurança alimentar e nutricional, através da implantação de barragens subterrâneas e cacimbões para produção de milho, feijão, hortaliças, fruteiras e forragens para os animais, e também tecnologias de conservação de solo, como renques e barramentos.

Na região administrativa da Emater-RN em Caicó, por exemplo, o projeto beneficiou 174 famílias de agricultores em 10 dos 14 municípios que fazem parte dessa área. Segundo o assessor de convivência com o semiárido da região, Osenaldo dos Santos, mesmo não havendo inverno regular e com chuvas abaixo do normal, a Emater-RN identificou vários casos exitosos envolvendo o Segunda Água.

Na propriedade do agricultor Manoel Gonçalves, do Assentamento Pedras Pretas, em Parelhas, o plantio e a colheita de vários produtos de culturas de subsistência, como milho, feijão, melancia, jerimum, melão, além de hortaliças, contrastam com o quadro esperado pela seca prolongada. "Seu Manoel já começa a vender a produção no comércio local, e essa realidade se amplia em muitas outras unidades implantadas na região", constatou o extensionista da Emater-RN.

As tecnologias de conservação de solo como renques em contorno e barramento foram implantados com pedras retiradas da própria propriedade e com a mão de obra familiar, gerando ocupação nas propriedades rurais, principalmente no período da estiagem.

A região semiárida é caracterizada por possuir elevada evapotranspiração - causada pela evaporação a partir do solo e pela transpiração das plantas -, ocorrência de períodos de secas, chuvas escassas e mal distribuídas, e reduzida capacidade de retenção de água, o que limita seu potencial produtivo (principalmente, atividades agrícolas).

O projeto Segunda Água beneficiaria 1.258 famílias com barragens subterrâneas, renques, barramentos e cacimbões somente em 2015. Foram capacitados 100 técnicos e 1.258 agricultores assistidos em 622 comunidades em todo o estado. Houve a implantação de 1.258 barragens subterrâneas, 981 cacimbões, 499 renques e 511 barramentos assoreadores. O balanço geral das atividades aponta que 1.717 famílias foram beneficiadas por essas atividades, em 119 municípios do Rio Grande do Norte.

Fonte: ASSECOM/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO POR ESTÁ AQUI. NESSE BLOG, BUSCAMOS PUBLICAR COMENTÁRIOS DEVIDAMENTE IDENTIFICADOS.